quarta-feira, 23 de julho de 2014

Cota do Paraguai continua US$ 300,00


Suspensa a portaria que diminuiu a cota de compras no exterior para US$ 150,00
Posted: 22 Jul 2014 12:10 PM PDT
O trecho da portaria que diminuiu a cota de compras no Paraguai de US$ 300,00 para US$ 150,00 por via terrestre (Portaria MF nº 307) foi suspenso por tempo indeterminado nesta terça-feira (22 de julho de 2014). A portaria tinha sido publicada nesta segunda-feira (21), e provocou imediato repúdio nos setores econômicos da Tríplice Fronteira, que possui o turismo de compras como um dos principais sustentos do povo.

Aloizio Mercadante, ministro-chefe da Casa Civil confirmou a suspensão da redução da cota, que será por tempo indeterminado, como forma de discutir o baque que a medida causará sobre o comércio nas lojas e na região de Foz do Iguaçu. 

Comércio em Ciudad Del Este em dia de grande movimento. O movimento irá prevalecer se a medida vigorar?

Se a cota permanecer fixada em US$ 150,00, o comércio em Ciudad Del Este teme fechamento de lojas e também desempregos. Enquanto tentava-se criar um aumento da cota de via terrestre, foi dada a portaria que diminuiu a cota. Além disso, é provável que com esse tipo de medida, haja aumento da ilegalidade de trabalho na fronteira, pois sabe-se que muitos brasileiros trabalham no Paraguai, e alguns são até donos de estabelecimentos, pois essa medida acaba reduzindo a quantidade de trabalhos honestos.

A partir desta quarta-feira (23), a cota de isenção de impostos para compras no Paraguai já voltará a ser de US$ 300,00, válido para todas as fronteiras do Brasil. A cota aérea segue no valor de US$ 500,00 e não sofrerá alterações.
Postar um comentário